“Quando eu vi meu nome na lista de aprovados, veio lágrima nos olhos”

0
372

Aprovado na PM-PE, dá seu depoimento para motivar aqueles que continuam na luta pelo sonho de ser PM

Jilmar Vieira Nascimento Júnior, 24 anos, é natural de Senhor do Bonfim, Bahia. Atualmente mora em Petrolina, Pernambuco, e foi aprovado no concurso da Polícia Militar deste estado. Durante a sua preparação, ele buscou por muita motivação como forma de encontrar determinação para continuar. E deu certo! Por este motivo, ele aceitou contar um pouco da sua história e de como foi o caminho até a conquista do sonhado cargo público. Confira!

– Por que decidiu estudar para concurso público?

“Eu sonhei em ter um cargo público e eu não tava satisfeito trabalhando na área que eu trabalho. Eu não me via fazendo aquilo ali pro resto da minha vida. Eu sempre quis algo melhor. Eu tenho um filho, meu filho tem dois anos de idade, e eu penso muito nele. Penso em dar uma vida melhor, uma vida que eu nunca tive. Pagar uma escola que preste, pagar um plano de saúde que preste. Uma vida decente. E eu vejo que a única saída pra ter uma vida que preste, uma vida decente, no momento é ter um cargo público, certo? Eu decidi estudar porque eu não tava satisfeito com a vida que eu tenho. Eu tava num ponto que ou eu passava no concurso, ou eu passava. Assisti até alguns vídeos de motivação do Evandro, acompanhava a página do Fábrica de Valores, e eu me espelhei nele, nesses caras que conseguiram conquistar o que queriam e conseguiram chegar aonde eles queriam estar”.

 

– Rotina de estudos

“Minha vida de estudos era bem apertada na questão de horário, meus horários eram bem apertados. Eu trabalhava o dia todo, aí assim que chegava em casa tinha que treinar, tinha que dar conta de filho. Passava a madrugada toda estudando, toda estudando mesmo. Tinha noite que eu começava a estudar umas oito horas da noite, por aí, terminava três horas da manhã, pra tá acordado no outro dia seis e meia, pra trabalhar oito. E minha rotina de estudos era essa, final de semana era praticamente perdido, poucas as vezes que eu fiquei com minha família”.

 

– Por que escolheu a carreira policial?

“Eu escolhi a carreira porque eu sou de uma família de militares, ai eu cresci vendo isso, cresci dentro de batalhão, estudei em Colégio Militar. Eu tenho um certo amor por isso. Sempre me espelhei no meu pai, sempre achei um máximo aquilo, ele como policial militar. Sempre tive amor pela profissão.

 

– Como foi a sensação de ser aprovado?

“Quando eu vi meu nome na lista de aprovados ali, veio lágrima nos olhos. Porque passou um filme na minha cabeça, tudo que eu passei, tudo que eu deixei de lado pra estudar, momento de estar com família, com amigos, momento de até nem ver meu próprio filho. Veio na minha cabeça que valeu a pena tudo isso, e que eu tinha conseguido dar o primeiro passo, né? Porque ainda tô passando pelas etapas. Mas quando saiu aquele nome, tirou até um peso das costas, que eu falei: deu certo! E é de verdade mesmo, se você lutar pelo que você quer e fazer valer de verdade, você consegue chegar lá. Mas a sensação é que o primeiro passo foi dado, né”?

 

– Como o Agora Eu Passo contribuiu para esta conquista?

“Eu conheço o Agora Eu Passo desde 2016, quando eu comecei a entender, realmente, o que era concurso e quando eu comecei a pensar mais no meu futuro. Eu estudei pelo YouTube e pela plataforma. O Agora Eu Passo foi essencial na minha conquista”.

 

– Dica para quem estuda

“A dica que eu dou pra quem ta estudando é que não desista, não pare por qualquer dificuldade. Todo mundo tem dificuldade na vida e não é porque vai aparecer algum problema, alguma dificuldade que você vai parar de estudar. Que deve usar esse momento como gás pra dar o seu melhor. E sempre procure algo que te motive, que lhe faça querer ser alguém melhor na vida. E lute por esse algo. Faça valer a pena. E toda vez que você pensar em desistir, lembre-se de quando você começou a estudar. Sempre queira mais, nunca fique satisfeito”.

 

– Vai continuar estudando para outros concursos?

“Sim! Meu sonho é ser agente da Polícia Federal”!

 

Jilmar foi classificado na primeira etapa do concurso que é a prova objetiva, e recentemente fez o teste de aptidão física. E passou! Agora, aguarda os exames clínicos e, se tudo der certo, será convocado para o curso de formação.

Viu só? Concurso público transforma vidas, tanto pessoal quanto profissional. Invista em seu futuro! E para isto, conte com quem se importa com você!

 

Estude com quem APROVA!

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here