Concurso INSS: Confira o que foi acordado na audiência!

9
48065

Concurso INSS irá fazer remanejamento de servidores

Um novo concurso INSS é necessário. A autarquia tem um déficit atual de mais de 19 mil servidores. No dia 02 de outubro foi realizada uma audiência de mediação entre o MPF (Ministério Público Federal) e o órgão do Instituto Nacional do Seguro Social para tratar dos temas relacionados ao déficit de servidores, atraso de benefícios e realização de concurso.

O MPF questionou as alternativas tomadas pela autarquia até agora. Além disso, reforçou que há possibilidades legais para realização de concurso público e não há impedimento pela emenda constitucional do teto de gastos.
O representantes do INSS e da União apresentaram elementos tentando evidenciar as medidas que estão sendo tomadas para que a autarquia consiga diminuir o estoque de 1 milhão de processos parados.
Ao final, o juiz entendeu que ainda não havia elementos para tomada de uma decisão antecipada (tutela). Foi acordado que o INSS enviará relatório de eficiência mensalmente, mostrando a evolução do estoque de processos. Uma nova reunião foi marcada para 6 meses. Até a semana que vem o MPF vai fazer uma relação com as bases que eles desejam para as análises mensais.

 

Ministério Público Federal publica documento de recomendação de novo concurso INSS

Foi publicado pelo Ministério Público Federal o documento que visa a recomendação para o novo concurso INSS. O órgão está passando por uma crise devido a falta de concurso público e grande déficit de pessoal. A previsão é que a autorização seja publicada até maio. No documento é constatado o seguinte:

“que o Ministério da Economia AUTORIZE, em prazo não superior a 30 dias, a realização de concurso público para a REPOSIÇÃO da força de trabalho da autarquia em quantitativo não inferior às vagas/cargos em aberto e para a formação de Cadastro de Reserva destinado ao preenchimento de vagas/cargos surgidos ao longo da validade do certame, inclusive resultantes da aposentadoria dos servidores que se encontram em abono de permanência;

3) autorizado o concurso público pelo Ministério da Economia, que o INSS ELABORE cronograma para a realização do certame cujo prazo processual até a posse dos aprovados NÃO ultrapasse 180 dias; “

Confira o documento completo

Edital de remoção interna é publicado

Foi publicado em julho de 2019 o edital de remoção interna para o Processo Seletivo de Remoção aos servidores efetivos ocupantes de cargos de Nível Intermediário e Analista do Seguro Social de qualquer Formação da Carreira do Seguro Social, em exercício nas Agências da Previdência Social – APS Convencionais, para APS Convencional diversa da atual. A medida, geralmente, da publicação de um edital de remoção, antecede a publicação de um novo edital para servidores.

>> CLIQUE AQUI E ACESSE O EDITAL DE REMOÇÃO INTERNA <<

Nota técnica é enviada ao Planejamento

O Instituto Nacional do Seguro Social  enviou novamente uma Nota Técnica nº 03 de 2018 ao Planejamento cobrando a autorização do novo certame e a convocação dos excedentes do concurso de 2015. Lembrando que o órgão já havia encaminhado uma nota técnica no final de 2017 cobrando os mesmos tópicos. O novo documento também apresenta atualização dos dados das distribuição das vagas com relação ao documento anterior e outras informações.

Agora, são solicitadas 10.468 vagas totais, somando a convocação dos excedentes do último concurso de 2015 e a solicitação de vagas para o novo concurso. Para o novo edital, são 7.888 vagas totais pedidas, sendo 3.984 para o cargo de técnico, 1.692 para analista e 2.212 para perito.

DÉFICIT DE SERVIDORES (Instalado e Risco)

Deficit Servidores INSS
Deficit Servidores INSS

Autorização Esperada – Cargo de Técnico do Seguro Social (Excedentes do último concurso + novas vagas para novo certame)

Total Geral de Autorização de Vagas Esperada – Todos os cargos (Considerando novo concurso + excedentes do último de 2015)

Total de vagas autorização INSS

CARGOS E REMUNERAÇÕES DO CONCURSO INSS

TÉCNICO DO SEGURO SOCIAL, NÍVEL MÉDIO

  • REQUISITO: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC.
  • REMUNERAÇÃO: R$5.344,87 (já somado auxílio-alimentação de R$458)
  • JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.

ANALISTA DO SEGURO SOCIAL COM FORMAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL, NÍVEL SUPERIOR

  • REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Serviço Social, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no órgão de classe específico.
  • REMUNERAÇÃO: R$7.954,09 (já somado auxílio-alimentação de R$458)
  • JORNADA DE TRABALHO: 40h semanais.

ÚLTIMO CONCURSO INSS



O último concurso do INSS deixou a maioria dos concurseiros desanimados, mas lembrem-se que há previsão para novo concurso em 2018! Caso não tenha ido bem, aproveite a oportunidade. Elaboramos um plano de estudo para você se planejar e conseguir aprender tudo que é necessário para ser aprovado.

TABELA  PLANO DE ESTUDO

 

(tabela 01)

tabela01inss

TABELA PLANO DE ESTUDO

 
(tabela 02)

tabela01inss

ATENTE-SE

Esse plano de estudo é básico e é para iniciantes. A primeira linha diz respeito ao tempo de estudo e a primeira coluna é simplesmente uma referência para ser seguida. Dessa forma, o aluno começa a estudar português, depois matemática, administrativo, constitucional e pula imediatamente para a linha abaixo em que estudará informática. Assim, o concursando vai passando todas as fases até chegar a previdenciário da fase 05, depois disso é adaptar a tabela a sua realidade, ou se você gostou da formatação deve seguir a fase 01 novamente e recomeçar o plano de estudo.
  • No início o aluno deve estudar 2 matérias por dia mais o curso preparatório.
    Como seria? SEGUNDA: PORT + MAT /  TERÇA: D. ADM + D. CONST e assim por diante.
    Dessa forma, o concursando ficará com 4 horas dias de estudo mais o suporte do curso preparatório.
**Caso você coloque como média o mínimo, ou seja, 2 horas diária, terá que dobrar esse tempo de estudo e cortar pela metade o tempo da tabela, ou seja, estudar 1 hora cada matéria. Por outro lado, se você tem muito tempo ocioso, você pode subir o tempo de estudo, ou seja, 3 horas, 4 horas por matéria, mas lembrando sempre que o máximo são 2 matérias por dia.**
  • Tente passar 2 vezes pela tabela somente com conteúdo de matéria, deixe a resolução de exercícios e de provas anteriores para quando você tiver alguma base de estudo. Dessa forma, ao passar 2 vezes pela tabela, você terá uma base mínima, ou seja, 80 horas de estudo em casa mais o suporte do curso preparatório.
  • Após uma ou duas passadas na tabela 01 você já estará apto a efetuar exercícios e elaboração de resumos (ver tabela 02). Lembrando que a tabela é somente para referência e você poderá adaptá-la a sua realidade.

 **As matérias de português e matemática foram privilegiadas nessa primeira tabela, pois ficaram com uma carga horária superior as demais. Isso se deu pois a carência dos concursandos estão ali previstas.**

DICAS PARA UM BOM PLANEJAMENTO DE ESTUDOS

Primeiramente, o concurseiro deve ter em mãos materiais atualizados.
É importante ficar atento às diversas modificações ocorridas, por exemplo, na matéria de Direito Previdenciário, Direito Constitucional, Direito Administrativo… e escolher um curso preparatório confiável que mantenha sempre as atualizações disponíveis e um material de acordo com o edital. (As aulas do AEP foram gravadas este ano e estão 100% atualizadas com todas as mudanças).

Como a banca escolhida do último concurso foi a CESPE, é de suma importância que o candidato faça questões da BANCA, sempre focado naquilo que o edital pede. Sem mais, sem menos. Estude a parte teórica, crie resumos, use diversas cores diferentes de canetas (ajuda na memorização), faça revisões, e não esqueça dos simulados! Os simulados fazem você ter uma noção real sobre seu rendimento para estar bem preparado na hora da prova.

Sobre o Plano de Estudos:

 

 Plano de estudos é o ponto inicial que você deve ter para começar a preparar-se para algum concurso. Faz com que você não se engane e controle as suas atividades no decorrer dos dias! Para começar, faça as seguintes considerações do seu dia-a-dia:

  1. Calcule quantas horas líquidas você tem por dia para estudar e adapte ao plano de estudo acima;
  2. Divida as disciplinas por dia (aconselho duas matérias por dia + exercícios);
  3. Não coloque só as matérias que você gosta de estudar. É importante tomar esse cuidado. Você deve focar e dar uma atenção especial as matérias que tem mais dificuldade;
  4. Deixe tempo para as revisões
  5. Faça revisões sistemáticas. Aconselho a fazer 24 horas após ler o conteúdo, 7 dias após a leitura do conteúdo, e 30 dias após. Com isso você vai relembrando e guardando na memória assuntos que vão sendo ”esquecidos” ao longo do período de estudos.
  6. Use os sábados para fazer exercícios de tudo que estudou durante a semana;
  7. Use o domingo exclusivamente para os simulados e cronometre o seu tempo para ter uma noção real no dia da prova;

 

Dicas importantes:

 

  1. Estude aliando conteúdo + exercícios. Treino é treino e coloca você na frente.
  2. Dê atenção ao conteúdo de benefícios previdenciários, pois é bastante cobrado nas provas da CESPE quando tem a matéria Direito Previdenciário;
  3. Leia a lei 8.212/91 e 8.213/91 e o Decreto 3.048/99. São de suma importância para a sua prova. A leitura da lei é confusa, então é necessário apoio de vídeo aula e material de apoio para a melhor compreensão do conteúdo;
  4. Tome cuidado com palavras ”sempre, nunca, não, talvez..” CESPE adora usar termos que restrigem suas frases para confundir a cabeça do aluno;

Vá SEMPRE de acordo com o edital. Nem mais, nem menos. Como vieram vários assuntos de previdenciário que o concurseiro não esperava na última prova, dê atenção as mesmas! Saber menos faz com que você perca questão e saber mais também! Procure sempre manter o foco, manter-se na linha, na beira, sem ir muito de um extremo ao outro.

Por isso a importância dos exercícios na sua preparação.”Seja você quem for, seja qual for a posição social que você tenha na vida, a mais alta ou a mais baixa, tenha sempre como meta muita força, muita determinação e sempre faça tudo com muito amor e com muita fé em Deus, que um dia você chega lá. De alguma maneira você chega lá.”



BONS ESTUDOS!

9 COMENTÁRIOS

  1. Boaaaaa Tarde…

    Galera… Não desacreditem nos concursos…
    INSS 2016 já passou, agoraaaaaaaaaaaaa e estudar para o próximo…

    E adivinha?! Não vai demorar a sair

    Saiaaaa na frente e inicie/continue com seus estudos

    #forçaehonra #rumoaaprovação
    o/

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here