Concurso Instituto Rio Branco: definida banca para carreira de diplomata

0
130

O novo concurso Instituto Rio Branco para a carreira de diplomata já conta com banca definida. De acordo com publicação no diário oficial da União desta quarta-feira, 10 de junho, a responsabilidade será do Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades), por dispensa de licitação. Desta forma, o próximo passo é a assinatura do contrato, que deve ocorrer em breve. Somente então será confirmada a data de publicação do edital de abertura de inscrições.

O edital contará com uma oferta de 25 vagas para a classe de terceiro secretário da carreira diplomática. Para concorrer é necessário possuir formação de  nível superior em qualquer área, com remuneração inicial de R$ 19.657,06, incluindo salário de R$ 19.199,06 e auxílio alimentação de R$ 458.

De acordo com o regulamento, o tempo entre a publicação do edital e a primeira prova será de dois meses, no sentido de permitir que o término da seleção seja compatível com o planejamento das atividades do instituto para 2021.

A portaria que regulamenta o concurso determina que a seleção contará com três fases. A primeira será composta de prova objetiva, versando sobre língua portuguesa, história do brasil, história mundial, geografia, língua inglesa, política internacional, economia e direito.

Na segunda haverá uma prova escrita sobre língua portuguesa e inglês.

Por fim, na terceira, provas escritas sobre história do Brasil, política internacional, geografia, economia, direito, língua espanhola e língua francesa.

Concurso Instituto Rio Branco: saiba como foi a última seleção

O último concurso Instituto Rio Branco para diplomatas ocorreu em 2019, quando foram oferecidas 20 vagas, sendo uma reservada a pessoas com deficiência e quatro para os negros. Ao todo, a seleção recebeu 6.411 inscritos.

De acordo com o edital do concurso para diplomata do IRB, aos servidores da carreira incumbem, nos termos do art. 3º da lei nº 11.440/2006, atividades de natureza diplomática e consular, em seus aspectos específicos de representação, negociação, informação e proteção de interesses brasileiros no campo internacional.

A prova objetiva, de caráter eliminatório, teve 73 questões do tipo certo ou errado, sendo dez de língua portuguesa, nove de língua inglesa, 11 sobre a história do Brasil, 11 sobre a história mundial, 12 de política internacional, seis de geografia, oito de economia e seis de direito e direito internacional público.

O exame foi aplicado nas capitais dos 26 Estados da Federação e no Distrito Federal em dois períodos: o primeiro, iniciando-se às 9h30, com duração de três horas; e o segundo iniciando-se às 15h, com duração de três horas.

O concurso para diplomata do IRB ainda contou com provas escritas, eliminatórias e classificatórias. Foram convocados para a segunda fase os 200 candidatos classificados na prova objetiva.

As provas escritas versaram sobre língua portuguesa, língua inglesa, história do Brasil, geografia, política internacional, economia, direito e direito internacional público, língua espanhola e língua francesa.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here