MP-PE: saiu o edital com 23 vagas

1
844

Os cargos contemplados são técnico e analista

O edital do concurso do Ministério Público de Pernambuco foi publicado hoje, 26, no Diário Oficial do estado. O documento prevê o preenchimento de 23 vagas, dez para Técnico Ministerial, de nível médio, e 13 para Analista Ministerial, de nível superior. Também será formado cadastro de reserva para as áreas de Arquitetura, Medicina, Serviço Social, Engenharia Civil, Comunicação Social, Informática e, inclusa recentemente, Pedagogia.

Quem tiver interesse, deve se atentar aos prazos de inscrições que vai do dia 1 até 26 de outubro. Para se inscrever, os candidatos devem acessar o site da Fundação Carlos Chagas, que é a responsável pela organização do concurso. A taxa de inscrição para nível médio custa R$75, já a de nível superior, R$110. As provas estão previstas para serem realizadas dia 2 de dezembro em Recife, capital do estado.

Notícias anteriores

A assessoria do Ministério Público do estado de Pernambuco publicou em seu site a realização de um novo concurso. Também foi dito que o edital sairia em 18 de setembro, mas esse prazo não foi cumprido. O motivo é a inclusão de um novo cargo: Analista Ministerial com especialidade em Pedagogia, com vagas para cadastro de reserva. No Diário Oficial do estado, foi publicado a dispensa de licitação da banca que vai organizar o certame, a escolhida foi a Fundação Carlos Chagas.

Quanto aos cargos, os contemplados são técnico ministerial para nível médio, com 10 vagas e analista ministerial, nível superior, com 10 vagas que serão distribuídas da seguinte forma: 7 para área jurídica, 1 para auditoria, 1 biblioteconomia e 1 para documentação. Além dessas, as áreas de Medicina, Serviço Social, Arquitetura, Engenharia Civil, Comunicação Social e Informática terão vagas para cadastro de reserva.

Confira as notícias publicadas no site do MP-PE sobre o concurso:

 

ÚLTIMO CONCURSO MP-PE

A última seleção foi em 2012 e ofertou 38 vagas distribuídas para os cargos de técnico (25) e analista ministerial (13). As opções para técnico foram nas áreas de informática, eletrônica, administração, telecomunicações e contabilidade. E as de analista foram Arquitetura, Ciências Contábeis, Comunicação Social – Jornalismo, Engenharia Civil, Informática e Jurídica.

As provas foram elaboradas com 60 questões, cada. Na de nível médio, as matérias de conhecimentos básicos tiveram peso 1, já as específicas, peso 2. Na prova de nível superior, as de conhecimentos básicos tiveram 20 questões de peso 1, o restante ficou para os específicos, com peso 3. Os concorrentes à analista foram submetidos a uma segunda etapa, apenas classificatória, para análise de títulos.

 

 

 

1 COMENTÁRIO

  1. Confira essa excelente oportunidade que pode lhe ajudar!

    A Informática é uma disciplina que está presente em 99% dos concursos públicos brasileiros. No entanto, mesmo que você não seja muito afeito à tecnologia, não é preciso se preocupar. Neste guia prático você vai encontrar tudo que precisa saber.

    http://mon.net.br/4knnh

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here