Concurso PC GO: MP recomenda novo certame em até 180 dias!

0
4041
PC GO tem edital autorizado para os cargo de Agente e Escrivão!

Foi publicado na última segunda-feira, 05/02, na página do Ministério Público de Goiás, o requerimento para que o novo concurso PC GO seja concluído em até 180 dias para os cargos de Agente, Escrivão e Delegado. Esta recomendação foi feita pelo Promotor de Justiça Fernando Krebs à Secretaria Pública e Administração Penitenciária.

A orientação também é para que seja providenciado o remanejamento de pessoal da Polícia Civil, de forma que todas as delegacias do Estado contem com pelo menos um agente de polícia ou um escrivão para atendimento à população, o que não deverá ser mais feito por comissionados ou cedidos por prefeituras.

No dia 31/01, o governador participou da solenidade de formatura dos 400 policiais civis. Na ocasião, Marconi assinou projeto de lei que cria novas Delegacias, além de outro projetos como a promoção da Polícia Civil e autorização do novo concurso PC GO.

Para os cargos é necessário ter nível superior completo. A remuneração inicial é de R$ 2.711,88 na terceira classe e aumentando ao longo do tempo e de acordo com a progressão do servidor na carreira, podendo chegar até a R$ 5.144,91 no topo da carreira, primeira classe. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais.

Sobre o último edital

O último Concurso PC GO, realizado ano passado passado e com proibição de cadastro de reserva, ofereceu  500 vagas para postos de agente e escrivão substituto. Da oferta total, 220 era para a função de escrivão. As 280 vagas restantes eram para a função de agente.

AGENTE

REQUISITOS: diploma ou certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e Carteira Nacional de Habilitação (CNH), no mínimo, categoria “B”.
ATRIBUIÇÕES: efetuar diligências a fim de prender criminosos; apreender objetos furtados e localizar pessoas; fazer investigações, realizar rondas noturnas e diurnas; policiar zonas impróprias para menores; dar plantão; seguir elementos suspeitos da prática de infração penal; fazer coletas de informações; prender infratores em flagrante ou em virtude de mandado da autoridade competente; conduzir pessoas à presença da Autoridade de Polícia Judiciária, quando necessário ao esclarecimento de fatos delituosos; elaborar relatório das investigações realizadas; dirigir viaturas policiais
e zelar pela sua conservação e limpeza; desempenhar outras tarefas compatíveis com as atribuições do cargo (Decreto Estadual nº 213, de 1970, e Lei Estadual nº 16.901, de 2010).

ESCRIVÃO

REQUISITO: diploma ou certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
ATRIBUIÇÕES: reduzir a termos ocorrências, declarações e depoimentos; expedir intimações, citações e notificações; redigir portarias, ofícios, mandados, termos, autos, ordens de serviço, editais, circulares, boletins etc., preencher guias para identificação, recolhimento e soltura de presos; protocolar ofícios, requerimentos e representações; catalogar e arquivar em pastas próprias todos
os documentos relativos ao serviço; organizar os livros de cargas e descargas de remessa de autos, de conclusões de inquéritos e de ofícios, documentos e demais papéis dos cartórios policiais; dar plantão; lavrar termos de fiança e recolher respectivos valores às repartições competentes, dentro do prazo legal; organizar mapas de estatísticas policiais; acompanhar autoridades policiais em suas diligências; fornecer certidões, mediante despacho da autoridade policial; executar os trabalhos de datilografia/digitação
necessários ao desempenho de suas funções; desempenhar outras tarefas compatíveis com as atribuições do cargo (Decreto Estadual nº 213, de 1970, e Lei Estadual nº 16.901, de 2010).

Requisitos

– Ser aprovado no concurso público.
– Ter a nacionalidade brasileira ou portuguesa e, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, nos termos do § 1º do artigo 12 da Constituição Federal.
– Estar em gozo dos direitos políticos.
– Estar quite com as obrigações militares, em caso de candidato do sexo masculino.
– Estar quite com as obrigações eleitorais.
Possuir os requisitos exigidos para o exercício do cargo, conforme item 2 deste edital.
– Ter idade mínima de 18 anos completos na data da posse.
– Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo, avaliada mediante inspeção médica oficial do estado de Goiás.
Apresentar prova de quitação com a Fazenda Pública e declaração sobre acumulação de cargos.
Cumprir as determinações deste edital.
O candidato deverá declarar, na solicitação de inscrição, que tem ciência e aceita que, caso aprovado, deverá entregar os documentos comprobatórios dos requisitos exigidos para o cargo por ocasião da posse.

Critérios para avaliação
CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO:

1ª etapa: será realizada sob a responsabilidade da Cebraspe (Cespe/UnB) – abrangendo seguintes subfases:

  • Provas objetivas, de caráter eliminatório, para os dois cargos, de responsabilidade do Cebraspe;
  • Prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, para os dois cargos, de responsabilidade do Cebraspe;
  • Avaliação médica, de caráter eliminatório, para os dois cargos, de responsabilidade do Cebraspe;
  • Avaliação de aptidão física, de caráter eliminatório, para os dois cargos, de responsabilidade do Cebraspe;
  • Exame psicotécnico, de caráter eliminatório, para os dois cargos, de responsabilidade do Cebraspe;
  • Prova prática de digitação, de caráter eliminatório, somente para o cargo de Escrivão de Polícia Substituto, de responsabilidade do Cebraspe;
  • Avaliação de vida pregressa e investigação social, de caráter eliminatório, para os dois cargos, de responsabilidade da PC GO.

2ª etapa: Curso de formação profissional, de responsabilidade da Delegacia Geral da PCGO.

PROVA OBJETIVA:

  • 70 Questões de múltipla escolha – Valor = 70 Pontos (1 ponto cada questão).

Matérias

Conhecimentos Básicos (Ambos os Cargos)

Língua Portuguesa

Noções de Informática

Conhecimentos Gerais (Ambos os cargos)

Legislação Penal Extravagante

Legislação Específica

Conhecimentos Específicos (Agente e Escrivão – Possuem diferenças no Edital)

  • Noções de Direito Constitucional
  • Noções de Direito Administrativo
  • Noções de Direito Penal
  • Noções de Direito Processual Penal
Modificação no conteúdo:

Retificação: Torna pública a inclusão da disciplina Realidade Étnica, Social, Histórica, Geográfica, Cultural, Política e Econômica do Estado de Goiás e do Brasil (Lei nº 14.911/2004) nos conhecimentos básicos (comuns aos cargos de Agente de Polícia Substituto e de Escrivão de Polícia Substituto).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here