Concurso PC MT: confirmada banca para novo edital

0
303

O novo concurso PC MT (Polícia Civil do Estado do Mato Grosso) já conta com banca organizadora definida. O nome da empresa foi divulgado nesta terça-feira,  7 de dezembro, por meio de publicação em diário oficial. A escolhida é a Fundação Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), pelo critério de dispensa de licitação. Com isto, o próximo passo é a assinatura do contrato, que deve ocorrer em breve. Somente então poderá ser confirmada a data de publicação do edital de abertura de inscrições. Em novembro, por meio de suas redes sociais,o governador Mauro Mendes havia anunciado a previsão de publicar o edital ainda em dezembro.

Embora inicialmente a seleção contasse com expectativa de vagas para os cargos de delegado, escrivão e investigador, o documento considera apenas as carreiras de escrivão e investigador.A oferta de vagas ainda não foi confirmada. Porém, o órgão conta com previsão orçamentária para 2.474 vagas para as duas carreiras, sendo:

  • investigador – 1944 vagas
  • escrivão – 530 vagas

Para os dois cargos, para concorrer é necessário possuir formação de nível superior. Para os dois cargos, na época do aval do concurso, em 2018, os iniciais eram de R$ 5.310,83, com jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Concurso PC MT – veja atribuições dos cargos

No caso de escrivão do concurso PC MT, as atividades estão relacionadas com o recolhimento e análise de dados de interesse da investigação policial, em assessoria e sob designação de autoridade policial, além de cumprir despachos e portarias registradas por escrito pela autoridade, bem como lavrar os seguintes atos procedimentais: certificar atos cartorários e expedir intimações e notificações.

Já ao investigador cabe proceder, na ausência de autoridade policial, os devidos encaminhamentos aos procedimentos policiais nas tarefas que não forem privativas de autoridade policial, realizar intimações e notificações, assessorar estudos para a execução de projetos de organização e reorganização na área policial, efetuar prisões em flagrante e arrecadar instrumentos relacionados à prática de infrações penais, de acordo com as disposições legais.

Concurso PC MT : veja publicação oficial

GIN:1303013:187>
RATIFICAÇÃO DA DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 031/2021/SESP
Vistos, etc.
Considerando estarem presentes todos os pressupostos autorizativos da  legislação que regula a matéria, R A T I F I C O os termos do Parecer n° 3.378/SGAC/PGE/2021 e demais documentos e justificativas juntados aos autos do Processo n° 493646/2021 e A U T O R I Z O a contratação, por meio de DISPENSA DE LICITAÇÃO, da FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE
FEDERAL DE MATO GROSSO, inscrita no CNPJ Nº 33.004.540/0001-00, para planejar, elaborar, organizar e realizar o certame para o provimento de cargos efetivos, de nível superior, do quadro de pessoal das Carreiras dos Profissionais da Segurança Pública, quais sejam: Aluno Oficial do Corpo de Bombeiro Militar e Aluno Soldado do Corpo de Bombeiro Militar, Aluno Oficial do Quadro Combatente e do Quadro de Saúde da Polícia Militar e Aluno Soldado da Polícia Militar, Escrivão de Polícia Civil, Investigador de Polícia Civil, Perito Oficial Criminal, Perito Oficial Médico-Legista e Perito Oficial Odonto-Legista, vinculados à Secretaria de Estado de Segurança Pública, no valor global de R$ 4.800.000,00 (quatro milhões e oitocentos mil reais), com fulcro no artigo 24, inciso XIII, da Lei 8.666/1993, juntamente com demais Legislação pertinente.
E, para a eficácia dos atos, DETERMINO que a presente ratificação seja publicada no Diário Oficial do Estado de Mato Grosso, em atendimento ao art. 26, caput, da Lei nº 8.666/93.
Cuiabá-MT, 06 de dezembro de 2021.
(ORIGINAL ASSINADO)
ALEXANDRE BUSTAMANTE DOS SANTOS
Secretário de Estado de Segurança Pública

Concurso PC MT: saiba como foi a última seleção

O último concurso PC MT para estas carreiras ocorreu em 2013 e foi organizado pela Funcab e contou com duas fases. Na primeira os participantes foram submetidos a provas objetivas, prova de digitação para escrivão, exames de saúde, testes de aptidão física, avaliação psicológica e investigação social. Na segunda, os candidatos foram submetidos a um curso de formação profissional.

A parte objetiva contou com 70 questões, sendo 15 de língua portuguesa, dez de conhecimentos gerais e 45 de conhecimentos específicos. Das dez de conhecimentos gerais foram duas de ética e filosofia, quatro de atualidades e quatro de história e geografia do Mato Grosso. Já das 45 de conhecimentos específicos, cinco de noções de informática, seis de noções de direito administrativo, seis de noções de direito constitucional, seis de organização e estatuto da Polícia Judiciária Civil/MT, dez de noções de direito processual penal e 12 de noções de direito penal.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here