Concurso PF: autorização para 2000 vagas pode sair a qualquer momento

0
765

A publicação da portaria autorizativa do aguardado  concurso PF (Polícia Federal) pode sair a qualquer momento. Acontece que, segundo fontes ligadas ao órgão, a tendência é de que o documento seja liberado juntamente com a autorização do concurso PRF. Neste caso, o diretor-executivo da PRF, José Lopes Hott Junior, chegou a anunciar, no dia 30 de novembro, que o documento tende a ser publicado até sexta-feira, 4 de dezembro. Se isto se concretizar, a tendência é de que a autorização da PF ocorra na mesma data.

De qualquer forma, a publicação do edital de abertura de inscrições deverá ficar mesmo para 2021, conforme anunciou recentemente o presidente Jair Bolsonaro. O concurso contará com uma oferta de 2000 vagas, todas para carreiras policiais, com exigência de nível superior e iniciais de até R$ 22.672,48.

Inicialmente, a distribiução de vagas por cargos é a seguinte: agente (1.016), delegado (300), escrivão (600) e papiloscopista (84). As remunerações iniciais das categorias são de R$ 11.983,26 para agente, escrivão e papiloscopista e R$ 22.672,48 para delegado.

Porém, é possível que a quantidade de vagas por cargos sofra alterações, de acordo com os interesses da corporação, com a possibilidade, inclusive, de diminuir o total de postos para delegado para incluir algumas vagas para peritos, desde que as remunerações sejam compatíveis e a mudança não acarrete aumento de gastos para o governo.

Independência do concurso PF

Vale lembrar que, de acordo com o decreto 9.739, de 28 de março de 2019, assinado pelo presidente Jair Bolsonaro, a PF (Polícia Federal) não precisa de autorização do Ministério da Economia para realizar um novo concurso público.

No caso da PF, a liberação de novos concursos fica sob a responsabilidade do diretor-geral do órgão, podendo ocorrer sempre que a necessidade atingir 5% do quadro de pessoal ou em caso de menor percentual, de acordo com determinação do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Porém, o órgão ainda assim necessita de um aval por parte do Ministério da Economia, garantindo as condições orçamentárias para a contratação dos aprovados.

Último concurso PF (Polícia Federal)

Iniciado em 2018, o último concurso PF contou com uma oferta de 500 vagas, sendo 150 para delegado, 60 para perito criminal, 80 para escrivão, 30 para papiloscopista e 180 para agente. Ao todo, a seleção registrou 147.744 inscritos. Para todos os cargos foi exigida formação de nível superior, com iniciais de R$ 11.983,26 para agente, escrivão e papiloscopista e R$ 22.672,48 para delegado e perito.

No ano de 2013, outro concurso da Polícia Federal foi realizado e ofereceu 566 vagas, sendo 534 para agente administrativo, com opções em todos os estados. Para nível superior, as oportunidades foram para o Distrito Federal. A banca organizadora foi o Cespe e a prova objetiva contou com 120 itens para todos os cargos, sendo 50 sobre conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos, além de prova discursiva para os cargos de nível superior.

Para agente administrativo, a parte de conhecimentos básicos contou com temas sobre língua portuguesa, noções de informática, raciocínio lógico, atualidades, noções de direito administrativo e noções de direito constitucional.

Para os cargos de nível superior, a parte de conhecimentos básicos versou sobre língua portuguesa, raciocínio lógico, noções de informática, noções de direito administrativo e noções de direito constitucional.


Você que sonha em ser Policial Federal não pode perder essa super oportunidade.

ACESSE O LINK E CONHEÇA NOSSO CURSO MISSÃO PF 2.0

https://www.cursoagoraeupasso.com.br/cursos/missao-pf-5-em-1-missao-pf-policia-federal-serie-de-exercicios-simulados-plano-de-estudos-mentoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here