Concurso PF: Urgente !!! Saiu a autorização para 1.500 vagas no Diário Oficial

0
867

Agora é oficial. Foi publicada nesta sexta-feira, 11 de dezembro, no Diário Oficial da União, a autorização formal do aguardao  concurso PF (Polícia Federal). A oferta será efetivamente de 1.500 vagas,  todas destinadas para as carreiras policiais. Todas as oportunidades são para cargos de nível superior, com  iniciais de até R$ 22.672,48. O prazo para a publicação do edital de abertura de inscrições será de seis meses, ou seja, até junho de 2021. Porém, a expectativa é de que a liberação ocorra muito antes, uma vez que a corporação já conta com o documento praticamente pronto, com a intenção inicial de liberar a seleção ainda em dezembro. Agora, o próximo passo é definir a banca organizadora, o que pode ser feito de forma rápida. Após este procedimento, o órgão poderá confirmar a data efetiva do início da seleção.

A distribuição oficial das vagas pelas carreiras é a seguinte: agente (893), delegado (123), escrivão (400) e papiloscopista (84).  As remunerações iniciais das categorias são de R$ 11.983,26 para agente, escrivão e papiloscopista e R$ 22.672,48 para delegado.

Caso a corporação consiga publicar o edital ainda em dezembro, de acordo com a programação original, a aplicação das provas pode ocorrer em abril de 2021, com realização dos testes de aptidão física em junho e dois cursos de formação, respectivamente, em janeiro e junho de 2022.

Concurso PF: veja  a publicação oficial

PORTARIA Nº 14.358-DG/PF, DE 9 DE DEZEMBRO DE 2020

Autoriza a realização de concurso público para provimento dos cargos do quadro de pessoal da Polícia Federal.

O DIRETOR-GERAL DA POLÍCIA FEDERAL, no uso das competências que lhe foram atribuídas nos incisos I e V do art. 36 do Regimento Interno da Polícia Federal, aprovado pela Portaria nº 155, de 27 de setembro de 2018, do Ministro de Estado da Segurança Pública, publicada no Diário Oficial da União nº 200, seção 1, de 17 de outubro de 2018; e considerando o disposto no art. 27, § 1º, III, c/c §§ 3º e 4º do Decreto nº 9.739, de 28 de março de 2019; bem como o que consta do processo nº 08200.002480/2020-51 e do Ofício nº 573/2020/ME e seus anexos, do Ministério da Economia ao Ministério da Justiça e Segurança Pública; resolve:

Art. 1º Autorizar a realização de concurso público para provimento dos cargos do quadro de pessoal da Polícia Federal de:

I – 123 (cento e vinte e três) cargos de delegado de polícia federal;

II – 400 (quatrocentos) cargos de escrivão de polícia federal;

III – 84 (oitenta e quatro) cargos de papiloscopista policial federal; e

IV – 893 (oitocentos e noventa e três) cargos de agente de polícia federal.

Art. 2º Determinar à Diretoria de Gestão de Pessoal a realização de concurso público para provimento dos cargos do quadro de pessoal da Polícia Federal, devendo aprovar as normas necessárias ao cumprimento desta portaria, nos termos dos incisos II, XIII e XXI, do art. 43 do Regimento Interno da Polícia Federal.

Art. 3º O prazo para a publicação do edital de abertura de inscrições para o concurso público será de até seis meses, contado a partir da publicação desta portaria.

Art. 4º O concurso público observará as disposições contidas:

I – no Decreto-Lei nº 2.320, de 26 de janeiro de 1987;

II – na Lei nº 9.266, de 15 de março de 1996; e

III – no Decreto nº 9.739, de 28 de março de 2019.

Art. 5º Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação no Diário Oficial da União.

ROLANDO ALEXANDRE DE SOUZA

Último concurso PF (Polícia Federal)

Iniciado em 2018, o último concurso PF contou com uma oferta de 500 vagas, sendo 150 para delegado, 60 para perito criminal, 80 para escrivão, 30 para papiloscopista e 180 para agente. Ao todo, a seleção registrou 147.744 inscritos. Para todos os cargos foi exigida formação de nível superior, com iniciais de R$ 11.983,26 para agente, escrivão e papiloscopista e R$ 22.672,48 para delegado e perito.

No ano de 2013, outro concurso da Polícia Federal foi realizado e ofereceu 566 vagas, sendo 534 para agente administrativo, com opções em todos os estados. Para nível superior, as oportunidades foram para o Distrito Federal. A banca organizadora foi o Cespe e a prova objetiva contou com 120 itens para todos os cargos, sendo 50 sobre conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos, além de prova discursiva para os cargos de nível superior.

Para agente administrativo, a parte de conhecimentos básicos contou com temas sobre língua portuguesa, noções de informática, raciocínio lógico, atualidades, noções de direito administrativo e noções de direito constitucional.

Para os cargos de nível superior, a parte de conhecimentos básicos versou sobre língua portuguesa, raciocínio lógico, noções de informática, noções de direito administrativo e noções de direito constitucional.


Você que sonha em ser Policial Federal não pode perder essa super oportunidade.

CLIQUE NO LINK E CONHEÇA NOSSO CURSO MISSÃO PF 2.0

https://www.cursoagoraeupasso.com.br/cursos/missao-pf-5-em-1-missao-pf-policia-federal-serie-de-exercicios-simulados-plano-de-estudos-mentoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here