Concurso Polícia Civil SP: primeiro edital pode ser publicado a qualquer momento

0
35

A publicação do primeiro edital do concurso Polícia Civil SP (PC SP) pode ocorrer a qualquer momento. Tem surgido um boato entre os concurseiros de que a primeira divulgação deve ocorrer já nesta sexta-feira, 14 de janeiro, para as oportunidades de delegado. Porém, por enquanto, esta informação ainda não foi confirmada pela corporação, nem pela banca organizadora, a Fundação Vunesp. A equipe de jornalismo do JC Concursos entrou em contato com a Academia de Polícia (Acadepol). Porém, até o momento ainda não houve retorno confirmando ou não o início do certame ainda nesta semana.

De qualquer forma, vale lembrar que, em novembro, pelo então divisionário do setor de concursos públicos da Academia de Polícia da Polícia Civil do Estado de São Paulo (Acadepol), Marcus Camargo de Lacerda,  havia confirmado a intenção de iniciar as publicações no decorrer de dezembro, o que acabou não se concretizando. Além disso, nada mais impede o início dos certames, tendo em vista que o órgão já conta com contrato assinado com a Vunesp desde 9 de novembro. Na ocasião, o divisionário havia ressaltado que a liberação dependia apenas da aprovação dos editais, por parte da Unidade Geral de Recursos Humanos.

Mais um ponto que reforça a possibilidade de início dos concursos já nos próximos dias está no fato de que a PC SP vem publicado diversas convocações, nos últimos dias, de remanescentes da seleção anterior, o que reforça a possibilidade de início dos novos certames.

Ao todo, o concurso contará com uma oferta de 2.939 vagas, conforme   autorização do governador João Doria em 7 de outubro. Todas as oportunidades serão destinadas a cargos com exigência de nível superior, com remunerações iniciais de até 11.168,15. De acordo com a autorização, o preenchimento das vagas deve ocorrer até janeiro de 2023.

A distribuição das vagas por cargos da nova autorização é a seguinte:

  • escrivão de polícia – 1.600 vagas
  • investigador de polícia – 900
  • delegado – 250
  • médico legista – 189

Para as carreiras de investigador e escrivão, o inicial chega a R$ 4.716,85, incluindo o salário básico de R$ 3.931,18 e o adicional de insalubridade de até R$ 785,67. No caso de médico legista, o inicial é de R$ 9.485,61, considerando o salário de R$ 8.699,94 e o limite do adicional. Por fim, para a carreira de delegado de polícia, o inicial é de R$ 11.168,15, considerando o inicial de R$ 10.382,48 e o limite de R$ 785,67 do adicional.

Concurso Polícia Civil SP (PC SP): saiba como foram os últimos concursos

Como já havia sido anunciado, as últimas seleções do concurso Polícia Civil SP foram autorizados no final de 2017 pelo então governador Geraldo Alckmin. Ao todo foram 2.750 postos, sendo 800 de escrivão, 600 de investigador, 400 de agente policial, 300 de agente de telecomunicações, 250 de delegado, 200 de papiloscopista e 200 de auxiliar de papiloscopista. A banca organizadora, na ocasião, foi a Fundação Vunesp.

Os concursos da corporação costumam contar com cinco fases até a aprovação do candidato:

  • prova objetiva
  • prova escrita
  • comprovação de idoneidade e investigação social
  • prova oral
  • análise de títulos.

No caso de investigador, no último concurso Polícia Civil SP (PC SP), a prova objetiva foi composta de 100 questões, sendo 30 de língua portuguesa, 30 de noções de direito, 10 de noções de criminologia, 10 de noções de lógica, 10 de noções de informática e 10 de atualidades.

Para escrivão foram 36 de língua portuguesa, 30 de noções de direito, 16 de noções de informática e 18 de noções de criminologia, lógica e atualidades.

Para delegado foram 14 de direito penal, 14 de direito processual penal, 14 de legislação especial, 14 de direito constitucional, 14 de direitos humanos, 14 de direito administrativo e 16 de direito civil, medicina legal e noções de informática.

Por fim, para médico legista, o último concurso ocorreu em 2013 e também foi organizado pela Vunesp. A prova objetiva contou com 10 questões de língua portuguesa, 10 de noções de direito, 10 de criminologia, 5 de lógica e 5 de informática, além de 60 de conhecimentos específicos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here