CONCURSO TJ RJ 2020: CEBRASPE É A BANCA ORGANIZADORA

0
121

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro vai abrir um novo edital de concurso público (Concurso TJ RJ) este ano. A expectativa de abertura do edital só cresce, uma vez que o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos Universidade de Brasília (CEBRASPE) foi escolhida como organizadora do certame. A escolha foi feita por dispensa de licitação.

O documento que confirma a banca foi publicado no Diário Oficial Eletrônico do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro desta quinta-feira, 09 de janeiro.

A expectativa é que o edital seja publicado ainda em janeiro. As provas devem ser aplicadas até junho. Os candidatos ao cargo de técnico, de nível médio, serão avaliados por prova objetiva, enquanto os candidatos de nível superior serão submetidos a exames objetivo, discursivo e de títulos.

No dia 08 de novembro, o órgão publicou o regulamento do certame no Diário da Justiça do Estado do Rio de Janeiro.

De acordo com a publicação, assinada pelo presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Claudio de Mello Tavares, devido a viabilidade técnica e orçamentário-financeira será realizado concurso público para a reposição de pessoal efetivo.

O edital do concurso TJ-RJ está confirmado para os seguintes cargos:

  • Técnico de Atividade Judiciária – sem especialidade, do grupo nível médio;
  • Analista Judiciário – sem especialidade, do grupo nível superior;
  • Analista Judiciário – especialidade Contador, do grupo gestão;
  • Analista Judiciário – especialidade Execução de Mandados, do grupo judicial;
  • Analista Judiciário – especialidade Psicólogo, do grupo assistencial;
  • Analista Judiciário – especialidade Assistente Social, do grupo assistencial;
  • Analista Judiciário – especialidade Comissário de Justiça da Infância, da Juventude e do Idoso, do grupo judicial;
  • Analista Judiciário – especialidade Médico, do grupo assistencial;
  • Analista Judiciário – especialidade Médico Psiquiatra, do grupo assistencial;
  • Analista Judiciário – especialidade Analista de Negócios, do grupo tecnologia da informação;
  • Analista Judiciário – especialidade Analista de Infraestrutura, do grupo tecnologia da informação;
  • Analista Judiciário – especialidade Analista de Projetos, do grupo tecnologia da informação;
  • Analista Judiciário – especialidade Analista de Segurança da Informação, do grupo tecnologia da informação;
  • Analista Judiciário – especialidade Analista de Sistemas, do grupo tecnologia da informação;
  • Analista Judiciário – especialidade Analista de Gestão de TIC, do grupo tecnologia da informação;

De acordo com o documento, o quantitativo de vagas disponíveis para provimento dos cargos será discriminado nos Editais dos concursos. Os concursos serão compostos pelas etapas I, IV e V, cabendo ao Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro a definição, quando da publicação dos respectivos Editais, de inclusão das etapas II e III:

I. Prova objetiva de conhecimentos técnicos, de natureza eliminatória e classificatória;
II. Prova discursiva, de natureza classificatória e eliminatória;
III. Exame de títulos, para cargos de nível superior, de natureza classificatória;
IV. Comprovação de sanidade física e mental, de natureza eliminatória; e
V. Comprovação dos requisitos à investidura no cargo, de natureza eliminatória.

O presidente do órgão, desembargador Claudio de Mello Tavares, disse que o edital está previsto para ser publicado em dezembro ou janeiro de 2020.

“O edital deverá ser publicado dezembro ou, no máximo, em janeiro. O concurso (as provas) será realizado no primeiro semestre de 2020”, disse o presidente.

Na ocasião, o desembargador também confirmou a oferta e os cargos que serão contemplados no concurso. Segundo ele, serão oferecidas 100 vagas imediatas. “Cerca de 100 vagas serão distribuídas entre as carreiras de técnico e analista. A distribuição ainda está em estudo”, disse o presidente.

O salário de técnico chega a R$5.556,06, sendo composta por vencimento de R$3.870,06, auxílio-alimentação de R$1.290 e auxílio-locomoção de R$396 (R$18 por dia útil, considerando 22 dias úteis de trabalho).

Já o salário de analista é de R$8.059,89, sendo R$6.373,89 de salário-base, R$1.290 de auxílio-alimentação e R$396 de auxílio-locomoção (R$18 por dia útil, também considerando 22 dias úteis).

A exceção dos salários é o cargo de analista de execução de mandados, que tem ganhos de R$9.072,05 e recebe também a Gratificação de Atividade Externa (GAE). O valor representa 30% sobre o vencimento oferecido ao cargo, de R$1.912,16.

Além dos salários, os profissionais contarão com plano de saúde e auxílios-creche ou educação, no valor de R$1.238,11.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here