Concurso Seap PA: Edital em junho

0
227

O edital do concurso com 1.646 vagas para agente penitenciário (policial penal) do Pará está previsto para o final de junho. O prazo foi passado pela Secretaria de Estado de Planejamento e Administração (Seplad), nesta quinta-feira, 6, nas redes sociais.

O Cetap foi o escolhido para organizar o próximo concurso Seap PA. O contrato para prestação dos serviços será assinado na data de hoje, sexta (7) . Em seguida, o extrato deve ser publicado no Diário Oficial do Estado.

Já está confirmado que serão abertas 1.646 vagas para agente penitenciário. O cargo exige o ensino médio completo para inscrição. O último edital, divulgado em 2017, também trouxe como requisito Carteira Nacional de Habilitação na categoria “D” ou “E”.

O salário inicial dos agentes é de R$2.669,70 mais benefícios.

O governo já informou que não haverá reserva para pessoas com deficiência, em decorrência das atribuições e especificidades do cargo. A taxa de inscrição terá o valor máximo de R$86,66.

Etapas do concurso 

De acordo com o último edital do concurso SEAP PA, datado de 2018, para ingressar como agente penitenciário do Pará o candidato deverá possuir o nível médio de escolaridade, além de possuir os seguintes requisitos listados a seguir:

a) ter sido aprovado e classificado no concurso SEAP PA e todas as suas fases e etapas, que são:

Primeira fase:

Prova Objetiva e Discursiva
Avaliação Psicológica
Avaliação Médica
TAF – Teste de Aptidão Física

Segunda fase:

Investigação Social
Curso de Formação Profissional

b) ter nacionalidade brasileira ou portuguesa e, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses;
c) ter idade igual ou superior a 18 (dezoito) anos;
d) estar em dia com as obrigações eleitorais e, no caso do candidato do sexo masculino, também com as militares;
e) possuir a escolaridade exigida (nível médio) e demais requisitos para o exercício do cargo;
f) ser considerado apto física e mentalmente para o exercício do cargo no exame médico pré-admissional, realizado pela pericia médica oficial, devendo o candidato apresentar os exames clínicos e laboratoriais, os quais correrão às suas expensas;
g) declarar expressamente o exercício ou não de cargo, emprego ou função pública nos órgãos e entidades da Administração Pública Estadual, Federal ou Municipal, para fins de verificação do acúmulo de cargos;
h) não haver sido condenado criminalmente por sentença judicial transitada em julgado ou sofrido sanção impeditiva do exercício de cargo público por qualquer órgão público ou entidade, da esfera federal, estadual ou municipal;
i) atender às demais exigências contidas em Edital.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here